badge
Google

.100STRESS

HTTP://100STRESSHOME.BLOGS.SAPO.PT

Sábado, 18 de Setembro de 2010

Enxaqueca

Uma patologia silenciosa e incapacitante vista à luz da Medicina Alopática e da Medicina Tradicional Chinesa.
As crises de enxaquecas podem ter a duração de apenas algumas horas ou ir até dias, incapacitando a pessoa para a sua vida social, familiar e profissional, devido ao mal-estar generalizado. No entanto, esta poderá ser considerada uma das enfermidades em que a Medicina Tradicional Chinesa melhores resultados obtém. Nas consultas pode-se constatar que as queixas do paciente são exactamente as mesmas: dores acentuadamente temporais, por vezes irradiando lateralmente. Desde moderadas a graves, pulsáteis e que agravam com a actividade física, astenia e alimentação. Nas fases mais intensas podem mesmo surgir náuseas, vómitos, aversão à luz e ao barulho.
As crises podem ter a duração de apenas algumas horas ou ir até dois dias, incapacitando a pessoa para a sua vida social, familiar e profissional, devido ao mal-estar generalizado. Mas, o diagnóstico, prognóstico e terapia entre as duas medicinas são completamente diferentes!

Muito embora existam divergências nos métodos terapêuticos, utilizando mesmo uma linguagem diferente, existe, no entanto, em ambas as medicinas (MTC e Medicina convencional) alguns conceitos idênticos, principalmente na área de prevenção, sendo esta a tónica da MTC (prevenção - respeitando sempre o corpo como um todo).

Os factores preventivos a ter em consideração são: evitar o stress, o cansaço extremo, dormir o suficiente para o organismo recuperar, praticar exercício preferencialmente ao ar livre, massagens, e optar por uma vida mais tranquila. Na parte alimentar, que é igualmente importante, evitar ingerir toxinas, tais como o álcool, café, excesso de carne, queijos, picantes, sal (substituir este por ervas aromáticas).

 

Intervenção da Medicina Alopática

Na Medicina Convencional ainda existem algumas dúvidas na melhor forma de intervenção e tratamento desta angustiante patologia, atribuindo as causas a alguns factores de ordem hormonal, genética, stress e mesmo consequência da toma de alguns medicamentos, nomeadamente anti-depressivos. Além de não estar fora de hipótese ser o hipotálamo o responsável pelas enxaquecas crónicas, devido a uma disfunção das suas hormonas.

Unidos os três factores: emocional, físico e alimentar, e havendo uma certa apetência para esta patologia, que afecta entre 10 a 15% dos portugueses, seguramente a qualquer momento desencadear-se-á uma crise, que muitas vezes obriga a uma corrida às urgências hospitalares, onde o sintoma será de imediato aliviado, e a causa...?

A Medicina Convencional debate-se ainda com várias dúvidas sobre o tratamento das enxaquecas e considera que a cirurgia poderia ser a solução para a sua cura, removendo alguns músculos da fronte e pescoço. Esta intervenção poderia reduzir as dores ou mesmo eliminá-las.

 

Existe ainda o risco dos pacientes que sofrem frequentes e intensas crises de enxaquecas poderem vir a fazer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), sendo as mulheres o grupo mais exposto.

 

Intervenção da Medicina Tradicional Chinesa

A definição de “enxaqueca” na Medicina Tradicional Chinesa não existe, sendo o seu diagnóstico único, assim como as terapias aplicadas, e a Acupunctura o principal método terapêutico utilizado, mas não o único. Também se podem utilizar ventosas, fitoterapia chinesa, qiqong, tuina. Pode-se também aconselhar a prática do yoga, do relaxamento, do shiatsu, entre outras, afim de relaxar e aliviar as tensões do pescoço.

Tendo em conta sempre os três factores fundamentais: emoção, físico e alimentação e, em função do diagnóstico efectuado, assim se opta pela terapia mais indicada.

 

A patologia

Após a anamnese concluída, podemos atribuir os sintomas a alguns factores disfuncionais nos diversos órgãos, tais como a hiperactividade do Yang no fígado, provocando assim “vento” na cabeça. Esta patologia é a consequência de uma alimentação incorrecta, como atrás é referido, mas o factor emocional também é importante, e ao fígado estão ligados a ira, a raiva, a fúria, a revolta e o stress, o que vai provocar calor neste órgão.
Sendo a vesícula biliar a víscera do fígado, e pelo facto de estarem intimamente ligados, esta também vai ser afectada pelo calor do mesmo, criando um quadro de humidade/calor na V.B, e isso dá-se exactamente numa parte do meridiano desta, situado lateralmente à cabeça, onde se situa a dor.

Também o vazio de Yin do rim e o vazio de Qi (energia) do B/P (Baço/Pâncreas) podem ser o motivo para o aparecimento daquela patologia, sendo o princípio muito idêntico ao do fígado, mas só após o diagnóstico se pode decidir quais os protocolos a aplicar e respectivas terapias.

Está comprovado que, a maioria dos pacientes com esta enfermidade, tratados pelos métodos tradicionais da Medicina Chinesa obtêm resultados óptimos e a sua cura acontece em 80% dos casos tratados, e os restantes 20% sentem-se melhor, na sua maioria, com as crises mais espaçadas e mais suaves. Esta poderá ser considerada uma das enfermidades, em que a Medicina Tradicional Chinesa, melhores resultados obtém.

 

 

Revista Estética Viva nº 38, Dezembro/Janeiro 2005
Autora: Gracinda Figueira -Licenciada em Medicina Tradicional Chinesa pela Universidade de Nanquim
Agradecimentos: GreenMed

in Sapo - Portugal online!


Publicado por 100STRESS às 01:28
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

Caminhar- viver saudável

Porquê caminhar?
 

Origem da imagem ao clicarPorque talvez seja a forma mais fácil de colocar o nosso corpo em movimento, já que não existem grandes restrições (custos, equipamento, calçado); basta querer e além disso a possibilidade de uma pessoa se lesionar é muito pequena.

Mas embora seja uma actividade simples, que todos podem realizar voluntariamente, é importante que quando se utilize “o andar” como forma de exercício físico se tenha alguns cuidados básicos.

 

 

Então, somente para relembrar ou reforçar aqui vão alguns:

 

Antes de iniciar a caminhada

Escolha um horário do dia em que se sinta melhor e com mais vontade de caminhar (manhã ou fim de tarde para evitar as horas de sol intenso)

Procure vestir uma roupa confortável (leve e clara). Se estiver frio ou vento, agasalhe-se;

O calçado é muito importante. Quando caminha num ritmo rápido, dá cerca de 120 passos por minuto; agora multiplique pelo número de minutos que pretende caminhar e verá que se o calçado for inadequado… os pés vão sofrer maus tratos desnecessários. Ténis são os mais indicados;

Mesmo que não tenha sede, beba sempre um pouco de água antes de iniciar a caminhada, pois, quando ela começar a ser absorvida pelo corpo, ele já está com falta de água. Se pretende caminhar bastante tempo e/ou está muito quente, levar uma garrafa com água é uma boa ideia;

 
Durante a caminhada

Nunca comece com um ritmo muito rápido. Dê um tempo (pelo menos uns 5 minutos) para aquecer os seus músculos antes de intensificar seu ritmo;

A vantagem deste tipo de actividade é que você pode concentrar-se em vários aspectos do seu corpo, tais como: colocação dos pés (tocar com os calcanhares primeiro no solo), postura erecta, olhar dirigido para a frente, balanço dos braços (alternados com pernas), palmas das mãos voltadas para as laterais das coxas, respirar profundamente inspirando pelas narinas, ou ainda apenas observar a paisagem, ou conversar com alguém;

Sempre que caminhar com alguém, um dos dois estará num ritmo que é mais acelerado. Então, como não existem duas pessoas exactamente iguais, é mais difícil ainda encontrar alguém com o mesmo nível de condicionamento físico. Tentem encontrar um ritmo adequado aos dois. O melhor a fazer é curtir a conversa, evitar falar de problemas ou aborrecimentos enquanto caminha. Quando você exercita o seu corpo, o seu cérebro também que ser bem tratado. A caminhada tem que ser algo agradável.

Se for sozinho, avise alguém, e, caso não se sinta bem durante a caminhada, não continue. Por isso, mesmo com o inconveniente de você estar com alguém com pernas mais curtas ou compridas que as suas, é melhor ter companhia. Leve sempre consigo um telemóvel.

Se há muito tempo que não faz exercício (sedentário), não tente compensar todos os excessos que cometeu no final de semana, ou a falta de exercício dos últimos meses, apenas num dia; vá com calma! Não existe nada que diga que você tem que ir até determinado ponto. O ideal é você prestar atenção às respostas que o seu corpo lhe dá; aprenda a escutá-lo. Não peque por excesso, você pode sentir-se atordoado, desmaiar ou ganhar uma tendinite. Respeite seus limites.

 
Depois da caminhada:

Mais uma vez, beba água; você não perde água pelo corpo apenas com o suor, também estará a perder água ao respirar;

Realizar uma série de alongamentos (exercícios para manter ou desenvolver a flexibilidade do seu corpo) será óptimo neste momento. Porquê? Porque você está quente e estará a trazer o seu corpo gradualmente à condição de repouso;

Se há muito tempo não faz actividades físicas, não se sente ou deite logo que termina a caminhada… fique pelo menos uns 10 minutos em pé ou a caminhar mais lentamente para trazer todo o seu metabolismo o mais próximo possível das condições iniciais.

Para finalizar, esperamos que você perceba melhor o seu corpo, procure senti-lo e, quem sabe, a caminhada é o primeiro passo para exercícios ou actividades mais intensas (correr, praticar qualquer outro desporto, ou entrar num ginásio). Afinal, o nosso corpo foi feito para movimentar-se e a caminhada, embora seja uma actividade fácil, que não exige nada além da força de vontade e alguns minutos, é apenas um dos tipos de movimento.

 
Viva saudável.

Apontamentos: , ,

Publicado por 100STRESS às 13:11
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 19 de Outubro de 2008

Linha Saúde 24

 

Linha Saúde 24 já evitou cerca de 129 mil recursos às urgências hospitalares.

 

Metade das pessoas que contactaram a Linha 24 perceberam que o seu caso não era uma emergência.

 

Cerca de 129 mil urgências foram evitadas desde o arranque da linha Saúde 24, em 2007, mas o aumento de contactos verificou-se a partir da campanha de comunicação criada em Setembro de 2008, segundo dados apresentados hoje, em Lisboa, e divulgados pela agência Lusa.
Precisamente «129.216 mil urgências foram evitadas» desde 2007, através do recurso à linha Saúde 24 pela população, declarou o administrador da linha, Ramiro Martins, em conferência de imprensa.
Origem da imagem ao clicarDesde o arranque, a linha (808 24 24 24) já foi contactada por 638.090 pessoas, que necessitaram de aconselhamento ou orientação, mas foi a partir da campanha em vários meios de comunicação, iniciada em Setembro de 2008, que se verificou «uma evolução das chamadas», afirmou Ramiro Martins.
Houve um «crescimento na casa dos 70 por cento, medidos ano sobre ano», disse o administrador, que destacou «a importância do serviço ser prestado por profissionais» e a «vantagem de ligar» antes de recorrer ao hospital como os pontos mais valorizados pelos utentes.
Segundo os dados apresentados hoje, «uma em cada duas pessoas que acreditava que o seu problema era caso de urgência» percebeu que havia outro tipo de solução, explicou Ramiro Martins.
Dos contactos feitos desde o arranque do serviço, 44 por cento foram de consulta de rotina, 21 por cento resultaram em cuidados com solução sem sair de casa, 15 por cento dos casos foram aconselhados a recorrer às urgências e apenas 3 por cento das chamadas foram reencaminhadas para o INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), devido à emergência das situações em causa.
Segundo os dados, a maioria das chamadas foi feita por mulheres (55 por cento), sendo que 50 por cento dos casos se relacionavam com dúvidas de pais de jovens até aos 14 anos.
Nas restantes faixas etárias há uma «homogeneidade razoável», classificou o administrador da linha de saúde.
Dos contactos feitos para esclarecer dúvidas envolvendo jovens até aos 14 anos, a directora clínica do Saúde 24, Carlota Louro, diz serem «sazonais» e se basearem em situações de vómitos, dores abdominais, cefaleias e traumatismos.
A linha Saúde 24, através dos serviços que disponibiliza, visa contribuir para a redução da pressão sobre as urgências hospitalares e permitir aos utentes gerir a própria saúde de forma mais orientada.

 

 

 

in Sapo Saúde


Publicado por 100STRESS às 20:37
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

Alimentação saudável. Os alimentos que dão vida ao coração e aumentam a nossa resposta imunitária.

 

 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) aconselha um consumo diário de 400 a 800 gramas de frutas, verduras e legumes. A maioria das recomendações alimentares preconiza que a alimentação diária deve conter 55% do total de calorias vindas dos hidratos de carbono (HC). Isto significa que mais de metade dos alimentos ricos em HC, como os cereais e massas, pode ajudar a estimular a ingestão de fibra.
 
“Que o teu alimento seja o teu remédio, e o teu remédio o teu alimento"
Hipócrates.
 
 
Água
Origem da imagem ao clicarFonte de vida, representa cerca de 70% do peso corporal e é indispensável a todas as funções do organismo. Deve ser ingerida em quantidades superiores a 1,5l diárias. Uma forma fácil de reforçar a sua ingestão diária passa por comer muita fruta e legumes, sobretudo melancia (constituída por 98% de água), pepino (96%) e alface (94%).
 
Tomate
Origem da imagem ao clicarÉ o fruto mais rico em substâncias protectoras e antioxidantes, ideal para evitar doenças cardiovasculares e cancro da próstata. Ao seu baixo valor calórico associam-se valores baixos de gordura (cerca de 1gr), de proteínas (1gr), e de hidratos de carbono (6 gr). Como em qualquer vegetal o colesterol está ausente.
 
 
Maça
Origem da imagem ao clicar“Uma maça por dia, mantém o médico longe!”
 
Altamente nutritiva e digestiva, a maçã tem uma elevada percentagem em vitaminas A, B e C, sais minerais, água e fibras. Protege a pele e ajuda a prevenir o cancro do fígado.
 
 Brócolos
Origem da imagem ao clicarOs brócolos têm um baixo valor energético, bem como um baixo teor de proteínas, hidratos de carbono e lípidos. Têm um teor moderado de fibra alimentar e são ricos em carotenos (pró-vitamina A), vitamina C e ácido fólico. Relativamente aos minerais, são ricos em potássio, cálcio e fósforo. O sulforafano presente nos brócolos é um fitonutriente, que potencia a acção de enzimas responsáveis pela eliminação de agressores ao organismo, ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares e do cancro, como o cancro do cólon e do estômago.
 
Cebola
Origem da imagem ao clicar
 
Regula a pressão arterial e previne doenças cardiovasculares. Tem flavonóides que funcionam como antioxidantes. É uma alimento que ajuda a regular o metabolismo das gorduras.
 
 
Leite e derivados ricos em cálcio
Origem da imagem ao clicarOs alimentos deste grupo são também ricos em proteínas, indispensáveis para a formação e reparação do nosso organismo. Pela sua riqueza em gordura devem preferir-se as variedades magras num tratamento para emagrecer. O principal componente é, naturalmente, a água. O teor de colesterol é proporcional ao teor de lípidos do leite.
 
Peixes gordos
Origem da imagem ao clicarO consumo destes alimentos previne alguns tipos de doenças cardiovasculares, por conter uma elevada quantidade de ácidos gordos essenciais do tipo ómega 3 (gordura poli-insatura-da) na sua composição nutricional. Destaca-se a sardinha, o salmão, cavala e o sável. Estes ajudam a baixar os níveis de LDL-colesterol (“mau colesterol”), elevar os níveis de HDL-colesteol (“bom colesterol”), intervém ainda na tensão arterial, coagulação sanguínea, resposta imune e reacções inflamatórias.
 
Alho, o antibiótico natural
Origem da imagem ao clicar
 
Não restam dúvidas acerca dos inúmeros benefícios do alho - é um antibiótico natural, que combate muitas infecções, ajuda a reduzir o mau colesterol (LDL), protege o coração e favorece a circulação. Hoje em dia também se lhe reconhece outras propriedades como o seu efeito antioxidante.
 
Chá – bebida milenar
Origem da imagem ao clicarConsiderado uma excelente fonte de substâncias com propriedades antioxidantes, o chá é um alimento de origem vegetal. Quer o chá preto quer o chá verde contêm flavonóides, que são um dos tipos de antioxidantes existentes. Os antioxidantes podem ajudar a proteger as células do organismo dos efeitos nocivos dos radicais livres.

Publicado por 100STRESS às 17:53
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 4 de Outubro de 2008

Saúde em frente ao computador

Cada vez mais o computador passa a fazer parte do quotidiano das pessoas, seja para fins profissionais, seja para estudos, seja para diversão. Como consequência, muita gente acaba por passar várias horas por dia na frente do PC e isso pode, mais cedo ou mais tarde, resultar em problemas de saúde. Para ajudar a evitar esses males e porque me preocupo com vocês apresento a seguir 10 dicas simples - mas muito importantes - de uso correcto do computador.

 
1 - Cuide da sua postura ao se sentar
Ao se sentar, mantenha as suas costas rectas, de forma que estas se apoiem no encosto da cadeira (não use cadeiras sem encosto ou com encosto pequeno). Não deixe os ombros caídos e não adiante as suas pernas de forma a que os seus pés fiquem muito à frente da linha dos joelhos. Deixe as suas coxas bem em cima da superfície da cadeira.
 
2 - Deixe os pés rectos
Os pés devem ficar completamente no chão, ou seja, não podem ficar inclinados só com os dedos ou os calcanhares a tocar a superfície. Caso a cadeira seja muito alta use um apoio para os pés.
 
3 - Mantenha os cotovelos alinhados com os pulsos
Dê preferência a cadeiras que tenham apoios para os braços, de forma que os cotovelos não fiquem abaixo da linha dos pulsos. Dessa forma consegue usar todo o braço para manipular o teclado e o rato. Os pulsos também não podem ficar muito abaixo da linha dos dedos.
 
4 - Mantenha o monitor em frente ao seu rosto
Mantenha o monitor numa posição frontal ao seu rosto, de forma que não tenha que levantar a cabeça ou girá-la para ver o ecrã do computador.
 
5 - Fique a pelo menos 50 cm de distância do monitor
Se ficar com o olhar "fixo" no monitor os olhos ficarão cansados rapidamente e você acabará por os forçar para conseguir ver em condições. Por isso mantenha uma distância de pelo menos 50 cm do ecrã do computador. Ajuste os níveis de contraste e de brilho do monitor e use modelos que ofereçam boa qualidade visual. Ajuste também a resolução do equipamento para um padrão confortável aos seus olhos – se as letras ou se os objectos exibidos no ecrã lhe parecerem muito pequenos, use uma resolução maior para que você não tenha que se esforçar para os conseguir ver.
 
6 - Levante-se pelo menos a cada 50 minutos
Não é bom para o corpo permanecer muito tempo na mesma posição, por isso levanta-se a cada 50 minutos. Se, por exemplo, você estiver no escritório, vá ao WC ou vá beber água. Se o telefone tocar aproveite para o atender em pé e não se desloque até lá na cadeira com rodinhas.
 
7 - Pisque mais
Piscar mais? É isso mesmo! Quando você fica a prestar muita atenção ao monitor (ou na televisão), normalmente você pisca menos e pode começar a sentir os seus olhos a “arder”. O mesmo efeito pode ocorrer se você ficar muito tempo num ambiente com ar condicionado. Por isso, ao sentir sinais de ardência ou irritação nos olhos, comece a piscar mais. Você também pode fazer compressas (com água fria!) e aplicar sobre os olhos durante 3 minutos (com eles fechados, obviamente).
 
8 - Use o computador num ambiente bem iluminado
O ideal é usar o computador num lugar bem iluminado, preferencialmente com luzes brancas. A luz não deve focar o seu rosto e muito menos o ecrã do monitor (como acontece quando se usa o computador de costas para uma janela onde entra luz do sol).
 
9 - Use teclados e ratos ergonómicos
Dê preferência a teclados e ratos ergonómicos. Estes são projectados para promover maior conforto ao utilizador, assim como são preparados para evitar ao máximo lesões por esforço repetido. Além disso, alguns modelos de teclado contam com um suporte para os punhos e no caso dos ratos, você pode optar por um mousepad (material de plástico ou de borracha que serve de base) com uma espuma que também tem a função de manter os seus punhos devidamente posicionados.
 
10 - Algum desconforto? Vá ao médico!
Se você sentir, por exemplo, dor ou formigueiro nas costas e nos braços, visão cansada ou frequentemente irritada após o uso do computador, não hesite, vá ao médico! Esses são sinais de alerta que o seu corpo está dando e, se você não der a devida atenção ao problema, poderá ter uma lesão que se agrava com o passar do tempo. Se você trabalha numa empresa, também é conveniente avisar os seus superiores caso note que as condições de trabalho não são adequadas. Por fim, no seu quotidiano, é recomendável fazer exercícios físicos e alongamentos.
 
Seja saudável e utilize estes conselhos quando vem cá ler os posts…

 

 


Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações do Blog Estudante de Enfermagem (http://enfermando.blogs.sapo.pt), o qual tem por objectivo a informação, divulgação e educação acerca de variados temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista e aprendizagem dos seus autores. Tal informação não deverá, de forma alguma, ser utilizada como substituto do diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um especialista. Who links to me?

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 7 seguidores

.Pesquisar na Matéria

 

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


__________________________ DIVULGUE-ME


__________________________

QUANTO VALE O MEU BLOG?


O meu blog vale $1,129.08.
Quanto vale o seu?

__________________________ __________________________

__________________________

ANATOMIA 3D ON-LINE
Visible Body 3D Human Anatomy

.Matéria Recente

. Enxaqueca

. Caminhar- viver saudável

. Linha Saúde 24

. Alimentação saudável. Os ...

. Saúde em frente ao comput...

. Saúde na piscina e na pra...

. Verão - Saúde - Estéctica

. Menopausa

. Substituição gera manifes...

. O que é Hipertensão Arter...

.Matéria Arquivada

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Apontamentos

. acidez estomacal(1)

. afecções da mama(1)

. álcool(1)

. alcoolismo(1)

. alimentação(1)

. alimentos ideais(1)

. alzheimer(2)

. ana jorge(1)

. anatomia(1)

. asma(1)

. autópsia(1)

. azia(1)

. bastonária ordem dos enfermeiros(1)

. benigna(1)

. bile(1)

. bílis(1)

. café(1)

. caminhar(1)

. cancro(2)

. cancro do colo do útero(1)

. cardiologia(1)

. células cancerosas(1)

. cérebro(1)

. cialis(1)

. ciclo(1)

. cientistas(1)

. cigarro(1)

. cirurgia(1)

. colesterol(2)

. colo do útero(1)

. composição das vacinas(1)

. contracepção(1)

. coração(2)

. correia de campos(1)

. córtex cerebral(1)

. cuidados(1)

. cuidados com a pele(1)

. cuidados de saúde(1)

. dar sangue(2)

. diabetes(4)

. diabetes gestacional(3)

. dieta(2)

. enfermagem(12)

. enfermeiros(4)

. fígado(2)

. gravidez(5)

. greve(4)

. hdl(2)

. impotência(2)

. impotência sexual(2)

. infeção urinária(2)

. insulina(3)

. medicamentos(2)

. pílula(2)

. sangue(2)

. saúde(10)

. sexualidade(4)

. sida(3)

. síndrome imunodeficiência adquirida(2)

. vacina(4)

. todas as tags

__________________________

Escolas de Enfermagem:
Links Úteis:
Aceda ao seu Hospital:
___________________________ ___________________________

Add to Technorati Favorites

Blogarama - The Blog Directory

Estou no Blog.com.pt


”Logo

blogaqui?

BlogBlogs

SEO Link Directory ___________________________

.Subscrever feeds