badge
Google

.100STRESS

HTTP://100STRESSHOME.BLOGS.SAPO.PT
Domingo, 9 de Janeiro de 2011

Transplante renal

Origem da imagem ao clicar

 

O que é o transplante renal?

 

O transplante renal é o procedimento médico-cirúrgico no qual um rim, que anteriormente era de outra pessoa (doador), é colocado num indivíduo cujos rins não desempenham a sua função (receptor). Este rim passa a desempenhar todas as funções dos rins originais.
Qual a importância do tipo de sangue para o transplante?
Só pode haver transplante se houver compatibilidade do tipo de sangue entre o doador e o receptor, ou seja:
se o paciente tem sangue tipo O, só pode receber o rim de pessoas com o sangue tipo O;
se o paciente tem sangue tipo A,  pode receber rim de pessoas com o tipo A ou O;
se o paciente tem sangue tipo B,  pode receber rim de pessoas com o tipo B ou O;
se o paciente tem sangue tipo AB,  pode receber rim de pessoas com o tipo AB, A, B ou O;
Qual o melhor doador?
O melhor doador é aquele que além da compatibilidade do tipo de sangue, tem os antígenos de histocompatibilidade mais semelhantes ao receptor. Esses antígenos são determinados através de um exame de sangue que se chama tipagem HLA.
Assim, o melhor doador são irmãos gêmeos univitelinos. Porém é pouco frequente encontrar pacientes nesta situação. Em segundo lugar, vêm irmãos e/ou irmãs com antígenos de histocompatibilidade idênticos.
Depois vêm irmãos que possuem 50% dos antígenos de histocompatibilidade iguais ao receptor, e os pais.
Por último vem o doador cadáver.
Todas as pessoas com insuficiência renal crónica são candidatas a transplante renal?
Não. Pacientes que tiveram cancro, pacientes com infecções, pacientes com doença grave do fígado, não podem fazer transplante. Porém cada caso é analisado individualmente. Converse com o seu médico sobre o assunto.
Quais as vantagens de um transplante renal?
O transplante de rim oferece aos pacientes em diálise a hipótese de uma maior independência e a melhoria da qualidade de vida. A diálise oferece uma substituição incompleta da função renal, enquanto que o transplante oferece a possibilidade de uma função renal plena.
O doente é capaz de voltar a uma dieta mais próxima do normal e a beber líquidos de forma mais liberal. Tornar-se-á um participante activo nas atividades físicas e terá maior autonomia na vida diária. Por último, não será mais dependente da diálise para seu bem-estar. Porém o acompanhamento médico será sempre constante.
E as desvantagens?
O paciente que se submete ao transplante necessita de cuidados médicos contínuos e estará exposto a determinados riscos:
-Acto cirúrgico do transplante - apesar de ser uma cirurgia até certo ponto simples, ela envolve o risco inerente a qualquer acto cirúrgico;
-Necessidade de uso de medicações imunossupressoras - como prednisona, azatioprina, ciclosporina e anticorpos monoclonais, que possuem determinados efeitos colaterais e podem trazer complicações;
-O rim transplantado pode não funcionar e o paciente necessita de voltar a fazer diálise.
Qual a necessidade de tomar medicamentos especiais após o transplante?
O organismo tem um sistema muito complexo (sistema imunológico) que reage contra órgãos estranhos introduzidos nele. É um sistema protector contra infecções, mas infelizmente trabalha contra no caso de transplante. Como o rim transplantado é reconhecido como "estranho", o organismo reagirá contra o rim e tentará destruí-lo, a menos que seja dada uma medicação para diminuir essa reacção. Tais medicamentos são chamados de medicamentos imunossupressores.
Quais são os medicamentos imunossupressores?
Geralmente o paciente que recebe um transplante renal toma três medicamentos imunossupressores: prednisona, azatioprina e ciclosporina. A dose e a combinação destes três varia de acordo com o peso do paciente e sua condição clínica.
Todos estes  medicamentos deixam o organismo mais susceptível a infecções e tumores, por isso o paciente fica internado no momento do transplante em regime de isolamento, para não ganhar infecções de outros pacientes, e terá a sua temperatura medida várias vezes ao dia.
Terei que tomar os medicamentos imunossupressores para sempre?
Sim, nas primeiras semanas em dose mais alta, depois, ao longo do tempo, a dose de cada um dos medicamentos vai diminuir, porém vai precisar de tomá-los sempre, caso contrário o rim transplantado será rejeitado pelo seu organismo, necessitando de retorno à diálise.
O que é o teste de compatibilidade ou "cross-match"?
É o exame em que se mistura o sangue do receptor e do doador para ver se há possibilidade de rejeição nas primeiras horas pós-transplante. Se for positivo, o transplante não será realizado, pois a hipótese de rejeição é de quase 100%.
O que significa rejeição?
Rejeição é o termo usado para descrever a reação do corpo ao novo rim. Algum grau de rejeição é esperado e a maioria dos pacientes vai senti-la durante a primeira ou segunda semana após o transplante. Existem várias maneiras de tratar a rejeição e na maioria das vezes será curada.
Como sei se estou a rejeitar o rim?
Deve estar alerta para a possibilidade de rejeição e prontamente comunicar com o médico se observar qualquer sinal ou sintoma dos seguintes:
-Dor ou inchaço no rim transplantado;
-Febre acima de 37 graus;
-Diminuição da urina;
-Rápido e grande ganho de peso;
-Inchaço de pálpebras, mãos e pés;
-Dor ao urinar;
-Urina fétida (a cheirar muito mal) ou sanguinolenta (com vestígios de sangue);
-Aumento na pressão sanguínea com uma Ta mínima maior que 10;
-Tosse ou falta de ar;
-Perda da sensação de bem-estar.
Obs.: Qualquer outra alteração também deverá ser comunicada ao médico.
Levo uma vida normal só com um rim?
Algumas pessoas nascem com apenas um rim e nunca ficam a saber disso, excepto se fizerem algum exame ocasional e o descobrirem. Um rim faz o trabalho de dois e a vida da pessoa será normal em qualquer profissão ou na família.
É verdade que um transplante renal não é aconselhado para pessoas com mais de 70 anos?
O transplante renal é recomendado numa faixa etária com expectativa de vida de mais de 10 anos em função da complexidade e gravidade do tratamento, isto é, o organismo aos 70 anos não suporta uma grande intervenção cirúrgica como é o transplante. Existem doenças degenerativas associadas sejam, cerebrais, cardiovasculares ou sistémicas (diabetes) que o contra-indicam após esta faixa etária. Ainda, o resultado de um transplante, não é certo e líquido, pois podem ocorrer complicações inerentes ao corpo estranho (rim implantado) e uso de medicações imunossupressoras muito agressivas.
Não é impossível que exista um indivíduo que aos 70 anos tenha uma capacidade física de 60 anos, mas improvável, ainda mais no renal crônico.
Em relação ao doador, nesta idade não haverá regeneração do parênquima renal, sobrecarregando o rim remanescente e criando situações clínicas como um novo renal crônico, hipertenso, etc.
Restaria a critério do nefrologista, um implante de doador-cadáver, ainda com ressalvas pela idade.

Publicado por 100STRESS às 15:07
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|

Diabetes Gestacional (continuação)

Qual a via de Parto na Diabetes Gestacional?

Nos casos de diabetes gestacional bem controlados, e desde estejam reunidas todas as condições, a indução do trabalho de parto pode ser adiada até às 40 semanas.

 

A estimativa ecográfica do peso fetal, apesar de algumas limitações pode condicionar a via de parto. A cesariana electiva é aconselhada por muitos autores quando existe uma estimativa ponderal superior a 4000 gramas.

 

O risco de distócia de ombros aumenta quando a diferença entre os perímetros abdominal e cefálico fetal é superior a 2,6 cm depois das 38 semanas (sensibilidade de quase 100% e um valor preditivo positivo de 30%).

 

Com uma vigilância adequada é possível reduzir a incidência de  nos filhos de mulheres com diabetes gestacional. Apesar da normalização do peso do recém-nascido com a optimização dos valores glicémicos, a incidência de cesarianas continua inexplicavelmente alta neste grupo de mulheres.

 

Não se sabe até que ponto o diagnóstico da situação leva, por si só, a um excesso de cesarianas muitas vezes desnecessárias, relacionadas com o receio de um parto vaginal traumático.

 

Quais os cuidados a ter após o parto?

Toda a mulher a quem foi diagnosticada uma diabetes gestacional, deverá ser submetida, 6 a 8 semanas após o parto, a uma PTGO com 75 gramas de glicose, para ser reclassificada.


Mesmo que a prova seja normal, a mulher deverá ser vigiada regularmente e efectuar anualmente determinações de glicemias em jejum, pois tem um risco aumentado de vir a desenvolver diabetes no futuro.


Actualmente o sucesso da gravidez na mulher com diabetes gestacional depende de vários aspectos cruciais: a abordagem efectuada por uma equipa multidisciplinar, a centralização dos cuidados prestados, o conceito dos benefícios da normalização da glicemia e os avanços tecnológicos na Obstetrícia e na Neonatologia.


Publicado por 100STRESS às 15:00
Link do post | Comentar ou corrigir | Adicionar aos favoritos
|

IMPOTÊNCIA... tratar com injecções.

 

Origem da imagem ao clicar

 

Se está a tentar resolver problemas erécteis com estimulação oral e esta é ineficaz, o seu médico pode sugerir que inicie um tratamento com injecções

 

 

Nesse caso, a medicação é administrada com a ajuda de uma injecção na base ou na zona lateral do pénis, onde atinge a uretra. É então que o fármaco, Alprostadil, terá o mesmo efeito que os comprimidos já mencionados.

 

O seu médico dar-lhe-á instruções sobre como usar as injecções em casa. Os efeitos deste método algo desconfortável são evidentes passados 10 minutos.


Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações do Blog Estudante de Enfermagem (http://enfermando.blogs.sapo.pt), o qual tem por objectivo a informação, divulgação e educação acerca de variados temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista e aprendizagem dos seus autores. Tal informação não deverá, de forma alguma, ser utilizada como substituto do diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um especialista. Who links to me?

.Mais sobre mim

.Pesquisar na Matéria

 

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


__________________________ DIVULGUE-ME


__________________________

QUANTO VALE O MEU BLOG?


O meu blog vale $1,129.08.
Quanto vale o seu?

__________________________ __________________________

__________________________

ANATOMIA 3D ON-LINE
Visible Body 3D Human Anatomy

.Matéria Recente

. 10 cuidados que deve ter ...

. Infeção Urinária

. 10 dicas úteis para contr...

. Alguém perguntou: o que é...

. Perder Peso Rapidamente c...

. Transplante renal

. Diabetes Gestacional (con...

. IMPOTÊNCIA... tratar com ...

. IMPOTÊNCIA... um dos méto...

. Pastilhas de nicotina

. Enxaqueca

. Diabetes Gestacional

. Manual do H1N1

. A saúde do idoso

. Pílula do dia seguinte

. Caminhar- viver saudável

. Lombalgia

. Relatório do Observatório...

. Café na gravidez

. Alzheimer

. Liga Portuguesa Contra o ...

. Ler com pouca luz faz mal...

. Linha Saúde 24

. O cérebro

. ...

. Tabagismo

. Consumo excessivo e prolo...

. Sexualidade/Mulher

. Taquicardia

. Alimentação saudável. Os ...

. Rir é o melhor remédio

. Preservativo - Sexualidad...

. Saúde em frente ao comput...

. Sra. Ministra:

. Continuação pela nossa ca...

. Pela nossa causa

. GREVE!!!

. Substâncias nocivas...

. ReWalk na luta contra a p...

. Saúde na piscina e na pra...

. Regeneração

. Verão - Saúde - Estéctica

. Desmaio - Como proceder

. Detecção da Gravidez

. Medicamento Genérico

. Menopausa

. Dar Sangue

. As reservas de sangue dos...

. SIDA

. Herpes

.Matéria Arquivada

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Apontamentos

. acidez estomacal(1)

. afecções da mama(1)

. álcool(1)

. alcoolismo(1)

. alimentação(1)

. alimentos ideais(1)

. alzheimer(2)

. ana jorge(1)

. anatomia(1)

. asma(1)

. autópsia(1)

. azia(1)

. bastonária ordem dos enfermeiros(1)

. benigna(1)

. bile(1)

. bílis(1)

. café(1)

. caminhar(1)

. cancro(2)

. cancro do colo do útero(1)

. cardiologia(1)

. células cancerosas(1)

. cérebro(1)

. cialis(1)

. ciclo(1)

. cientistas(1)

. cigarro(1)

. cirurgia(1)

. colesterol(2)

. colo do útero(1)

. composição das vacinas(1)

. contracepção(1)

. coração(2)

. correia de campos(1)

. córtex cerebral(1)

. cuidados(1)

. cuidados com a pele(1)

. cuidados de saúde(1)

. dar sangue(2)

. diabetes(4)

. diabetes gestacional(3)

. dieta(2)

. enfermagem(12)

. enfermeiros(4)

. fígado(2)

. gravidez(5)

. greve(4)

. hdl(2)

. impotência(2)

. impotência sexual(2)

. infeção urinária(2)

. insulina(3)

. medicamentos(2)

. pílula(2)

. sangue(2)

. saúde(10)

. sexualidade(4)

. sida(3)

. síndrome imunodeficiência adquirida(2)

. vacina(4)

. todas as tags

__________________________

Escolas de Enfermagem:
Links Úteis:
Aceda ao seu Hospital:
___________________________ ___________________________

Add to Technorati Favorites

Blogarama - The Blog Directory

Estou no Blog.com.pt


”Logo

blogaqui?

BlogBlogs

SEO Link Directory ___________________________

.Subscrever feeds